+55 (51) 3228-1999
05/01/0216
Como garantir um futuro sem sustos após as mudanças nas regras da aposentadoria
15/01/2014
FenaPrevi tem Novo Diretor Estatutário
10/03/2014
A União inicia trajetória positiva no mercado de seguros
05/05/2014
União Seguradora e SINBRAF assinam contrato
02/04/2015
55ª edição do Festival Hípico Noturno da Brigada Militar tem apoio do Grupo Aspecir
13/04/2015
Joaquim Levy ressalta a importância do Seguro na vida das pessoas
12/05/2015
Setor de seguros cresce 22,4% no ano
14/05/2015
Previc: normas para investimentos em infraestrutura devem sair em agosto
20/05/2015
Entenda a diferença entre seguro de vida individual e coletivo
25/05/2015
Ciência Atuarial tem ganhado destaque em casos de previdência complementar
27/05/2015
Setor de seguros cresce com novos consumidores
29/05/2015
Juros chegam ao recorde de 56,1% ao ano em abril, informa o BC
29/05/2015
Contribuições para planos abertos de previdência sobem em março, diz FenaPrevi
15/06/2015
Poupar cedo garante faculdade dos filhos
07/07/2015
Índice de Confiança do Setor de Seguros fecha o semestre em queda
14/07/2015
Limite de empréstimo consignado sobe de 30% para 35%
17/07/2015
Aspecir Previdência comemora 78 anos
23/07/2015
5 opções de empréstimo que costumam ter juros mais baixos
28/07/2015
Avança projeto que torna obrigatória carteira do corretor
28/07/2015
Aumento da Selic é um mal necessário, diz economista
11/08/2015
Susep aprova projeto que torna carteira do Corretor obrigatória
12/08/2015
União assina contrato com o MTG
14/08/2015
Grupo Aspecir assina contrato com Prefeitura de Viamão
19/08/2015
Rede privada suspende empréstimos consignados
21/08/2015
Plenário aprova prazo máximo de 30 dias para seguradoras pagarem indenização
24/08/2015
Os próximos vinte anos
28/08/2015
Segmento dos Seguros de Pessoas registra crescimento De 10,51%
11/09/2015
Apesar da crise, vendas de seguros seguem disparando
11/09/2015
Câmara aprova aumento de impostos para seguradoras
11/09/2015
Retirada urgência de projeto que cria a Banrisul Corretora de Seguros
11/09/2015
Contratação de Seguro para Eventos pode ser obrigatória
15/09/2015
9 proteções de seguros pouco óbvias que você tem de conhecer
15/09/2015
Seguros sobre riscos digitais vão triplicar a US$7,5 bi até 2020, atraindo concorrentes, diz estudo
15/09/2015
Com os juros do cartão em alta, saiba como escolher o crédito mais adequado ao seu bolso
15/09/2015
Grupo Aspecir na Semana Farroupilha
21/09/2015
Com crise, financeiras inovam e emprestam dinheiro pela internet
05/10/2015
Tradição e raízes são lembradas no 13° Troféu JRS
06/10/2015
Aspecir Previdência firma convênio com a FUSEPERGS
14/10/2015
Para onde caminha o mercado de seguros
28/10/2015
Seguro é a saída para fundos de pensão enfrentarem risco de longevidade
28/10/2015
Como se preparar financeiramente para grandes eventos
12/11/2015
JULIO MACHADO REPRESENTANTE DO MERCADO GAÚCHO NA CHAPA ÚNICA DA FENAPREVI
24/11/2015
56ª Edição do Festival Hípico Noturno
24/11/2015
Mercado de seguro brasileiro vai resistir à recessão, diz Axa
24/11/2015
VGBL sustenta o faturamento do setor de seguros
16/12/2015
Seguro DPVAT está entre principais fontes de custeio do SUS
16/12/2015
CNSP Aprova Seis Resoluções Propostas Pela Susep
16/12/2015
Mercado Segurador devolve para a sociedade R$ 300 milhões por dia
18/12/2015
Setor de seguros deve desacelerar no Brasil em 2016, prevê CNseg
30/12/2015
Confiança do setor de seguros cai 20% em 2015
30/12/2015
Susep aprova acordo entre AXA e SulAmérica no segmento de grandes riscos
30/12/2015
Equilíbrio para grandes desafios
30/12/2015
Expectativa é de mudança de rumos em 2016, diz vice-presidente da Anbima
05/01/2016
10 novidades sobre o mercado que você precisa saber
05/01/2016
Crise encurta orçamento e faz contas de começo de ano ficarem pesadas
05/01/2016
Veja calendário para o pagamento do valor do IPVA dos veículos em 2016
05/01/2016
Clipping 0527
06/01/2016
Seis fatores para o sucesso da precificação de seguros
06/01/2016
Principais súmulas e decisões de 2015 estão em relatório do Sacha Calmon
06/01/2016
Juros do cartão de crédito chegam a 415,3%
08/01/2016
Grupo Aspecir participa de homenagem ao Batalhão de Suez
05/02/2016
O Grupo Aspecir deseja a todos muita alegria no Carnaval 2016.
10/02/2016
Na crise, cresce o desafio de planejar a aposentadoria
11/02/2016
Segurada da União recebe prêmio de capitalização
29/02/2016
Susep edita normas para seguradoras, resseguradoras e previdência complementar
02/03/2016
Setor de seguros reduz faturamento, mas deve crescer 9% Em 2016
02/03/2016
Lideranças do mercado de seguros debatem, em evento na Bahia, futuro do setor à luz dos cenários econômico e político do país
28/03/2016
Milton Machado recebe medalha Cidade de Porto Alegre
28/03/2016
Segurada da União recebe prêmio de capitalização
29/03/2016
Cerimônia de outorga da Medalha Cidade de Porto Alegre
07/04/2016
Aportes à previdência aberta sobem 24,3% em janeiro, diz FenaPrevi
07/04/2016
Investidores aplicam mais em previdência privada aberta
07/04/2016
Índice de Confiança do Setor de Seguros cresce 10,2% em março
13/04/2016
Susep muda norma para transferência de carteiras
28/04/2016
Confiança do setor de seguros sobe 12,8% em abril com cenário político
18/05/2016
Projeto de lei para alterar a relação entre clientes, seguradoras e corretores
18/05/2016
Previdência complementar requer atenção aos tributos
25/05/2016
Seguro de pessoas cresce 2,44% no 1º tri e totaliza R$ 7,13 bi, diz FenaPrevi
25/05/2016
Captação da previdência privada atinge R$ 21,5 bi no 1º tri, diz FenaPrevi
25/05/2016
Judicialização excessiva prejudica todo o mercado
25/05/2016
Nova diretoria da Susep vai fiscalizar corretores e autorreguladora
08/07/2016
Mercado de seguros de pessoas movimenta R$ 2,65 bilhões em maio
11/07/2016
COMO FUNCIONA O MICROCRÉDITO
13/07/2016
Indenizações pagas por seguros crescem 12%
13/07/2016
Aplicações em previdência privada aberta cresceram 12,64% em maio
13/07/2016
Aprovada MP que libera uso do 'FGTS' na garantia de empréstimo consignado
15/07/2016
ASPECIR comemora 79 anos
06/09/2016
Índice de Confiança do Setor de Seguros tem alta de 62,2% no ano
06/09/2016
Entenda o que são fundos de pensão
06/09/2016
Mercado de seguros de Pessoas movimenta R$ 15 bilhões no 1° semestre
06/09/2016
Cresce a procura por planos de previdência privada no Brasil
18/07/2017
Aspecir 80 anos
19/07/2017
Aspecir completa 80 anos de história
20/07/2017
Planos de previdência são opção para futuro estável
26/07/2017
Governo prepara PDV e tudo para você ler antes de a Bolsa abrir
26/07/2017
Governo prepara PDV e tudo para você ler antes de a Bolsa abrir
29/08/2017
O mercado está pronto para absorver seguros?
29/08/2017
Sincor-SP ressalta importância dos seguros de vida e previdência para população e o mercado
29/08/2017
Pansera: Corretor, chegou a hora do recadastramento
29/08/2017
Brasília: um mercado de oportunidades para o ramo de seguros
29/08/2017
Seguro de pessoas cresce 10,9% até junho e movimenta R$ 16,68 bilhões
04/09/2017
Troca de previdência privada ganha força com reforma na aposentadoria
11/09/2017
Produção de seguros sobe 0,6% até junho em termos homólogos - ASF
19/09/2017
José Cairoli, governador do RS em exercício, prestigia ação do Grupo Aspecir, no Acampamento Farroupilha
21/09/2017
Setor de seguros supera R$ 1 tri e pode trazer novo ciclo, afirma presidente da CNseg
22/09/2017
Susep vai regulamentar seguro funeral
22/09/2017
Especialista em educação financeira dá dicas para quem deseja se aposentar
22/09/2017
Governo quer clareza de informações na era digital
22/09/2017
Regulação é o principal desafio para o avanço do mercado de seguros
22/09/2017
Blockchain: ameaça ou oportunidade no mercado de seguros?
02/10/2017
Destaques do Mercado de Seguros de Vida e Previdência
19/10/2017
Dia Mundial de Combate ao Câncer de Mama
30/10/2017
Eventos marcam os 500 anos da Reforma Luterana em Porto Alegre e Santa Rosa
30/10/2017
Troféu JRS - 15 anos
08/11/2017
Planeje o seu futuro
10/11/2017
Urbim, uma vida dedicada ao Mercado Segurador
30/11/2017
Grupo Aspecir apoia o Festival Hípico Noturno
22/12/2017
Gaspar Luiz Machado, 60 anos dedicados ao Mercado Segurador
01/02/2018
Seguradoras sobem 3% e renovam máxima histórica; siderúrgicas estendem rali e Petrobras avança com petróleo
01/02/2018
Seguradoras despontam como o setor mais propenso a mudar o relacionamento com os fornecedores neste ano
01/02/2018
Presidente da Aconseg-RJ vê 2018 com confiança
01/02/2018
Congresso de Corretores de Seguros do Sul do Brasil - BRASESUL/2018
28/02/2018
Recadastramento das corretoras de seguros Pessoa Jurídica tem início nesta quinta, 1º de março; SINCOR-GO oferece apoio gratuito a corretoras associadas
28/02/2018
Seguro customizado é tendência no mercado brasileiro
28/02/2018
Seguradora Líder fala sobre modelo de centralização
23/03/2018
União Seguradora dá prêmio de capitalização
26/03/2018
Como declarar INSS e previdência privada no Imposto de Renda 2018
26/03/2018
Liminar suspende novas regras sobre local de incidência do ISS
26/03/2018
Você está preparado? Veja o impacto da transformação digital no mercado de trabalho
26/03/2018
Focus: IPCA para 2018 cai de 3,63% para 3,57% A projeção para o índice em 2019 caiu de 4,20% para 4,10%
26/03/2018
Banco Central reduz custo do cartão de débito
26/03/2018
O desafio para vender serviços em tempos de retração na economia
27/03/2018
Presidente da CNseg explica o que são as reservas técnicas do setor segurador
27/03/2018
Dívida pública sobe 1,53% em fevereiro e chega a R$ 3,58 trilhões
27/03/2018
Planejador ou educador financeiro: qual contratar?
27/03/2018
Seguro de Vida é tema de discussão em evento no CVG-SP
27/03/2018
Dez mudanças no mercado de seguros e o que isso pode impactar em sua vida
27/03/2018
Comparados, melhores resultados por ramo das seguradoras serão revelados na próxima semana
27/03/2018
Projeção para IPCA 2018 no cenário mercado está em 3,8%, como no comunicado
29/03/2018
Mulheres crescem em mercados majoritariamente masculinos
29/03/2018
Índice de Intenção de Financiamento cresceu no trimestre
29/03/2018
Conheça mais sobre o novo conceito de aposentado do INSS em 2018
29/03/2018
Proporção de aplicadores que declararam investir em ações atingiu o maior valor desde junho de 2012
29/03/2018
Relatório aponta quais as tecnologias que devem gerar maior impacto no setor segurador nos próximos três anos
29/03/2018
Eleições causam troca de comando na economia. O que isso significa?
29/03/2018
Estudo destaca reformas para incluir mulheres na economia mundial
02/04/2018
Mercado prevê inflação menor e juros mais baixos em 2018
02/04/2018
Duas surpresas e uma frustração na economia
02/04/2018
Mercado vê inflação mais baixa e crescimento menor do PIB em 2018
02/04/2018
Mercado de US$ 421 bilhões pede atenção das empresas: tecnologia precisa estar na estratégia
02/04/2018
Confiança empresarial sobe 0,3 ponto em março e atinge 95 pontos, releva a FGV
02/04/2018
IPC-S sobe 0,17% em março com alta igual a de fevereiro, revela FGV
02/04/2018
Ações de empresas menores voltam ao radar de investidores da Bolsa
03/04/2018
Setor de seguros mantém otimismo e índice de confiança cresce em março
03/04/2018
Ouro sobe com busca por ativos considerados seguros em meio a aversão ao risco
03/04/2018
Em meio à crise, bancos são campeões de lucro: R$ 63 bi em 2017
03/04/2018
Avanços na economia ficarão mais claros com o tempo, diz Meirelles
03/04/2018
Queda dos juros libera R$ 196 bi, diz ministério
03/04/2018
Bovespa sobe amparada por recuperação em Nova Iorque, enquanto dólar renova mínima
03/04/2018
EMPRESAS
05/04/2018
Mercado de seguros propõe ajustes à nova Lei de Licitações
05/04/2018
China impõe tarifas sobre 106 produtos americanos no valor de US$ 50 bi

Como declarar INSS e previdência privada no Imposto de Renda 2018


26/03/2018

Você é obrigado a declarar se contribuiu com previdência, recebeu rendimentos ou resgatou seu plano em 2017

Fonte: Exame por Júlia Lewgoy
São Paulo – Se você contribuiu com a previdência pública ou privada, recebeu rendimentos ou resgatou seu plano em 2017, precisa informar isso à Receita na declaração do Imposto de Renda 2018. As contribuições para o INSS ou para planos de previdência privada podem ser abatidas do imposto.
A seguir, confira como declarar previdência no programa do IR 2018 conforme o tipo de movimentação que você fez em 2017, como orienta o advogado tributarista Leonardo Milanez Villela, sócio da Correia da Silva Advogados.  

Contribuição para o INSS

Se você recebeu seus rendimentos tributáveis de pessoa jurídica em 2017, deve preencher as contribuições para o INSS no campo “Contribuição Previdenciária Oficial”, dentro da ficha “Rendimentos Tributáveis Recebidos de PJ”. Você pode encontrar as informações sobre as contribuições para o INSS no informe de rendimentos da empresa.
Se você recebeu seus rendimentos tributáveis de pessoa física e em 2017 e fez o recolhimento do IR via carnê-leão, deve preencher o campo “Previdência Oficial”, na aba “Outras Informações”, dentro da ficha “Rendimentos Tributáveis Recebidos de PF/Exterior”.
Você pode encontrar as informações sobre as contribuições para o INSS no informe de rendimentos da empresa, se recebeu rendimentos de PJ, ou no demonstrativo de Imposto de Renda disponível no site do INSS.
No caso das contribuições feitas ao INSS, é possível deduzir o total do valor pago, desde que o contribuinte tenha recebido em 2017 rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70. Além das suas próprias contribuições, também é possível abater contribuições ao INSS pagas por um dependente que tenha rendimentos tributáveis próprios.
Por exemplo, se a mulher declarar o marido como dependente e ele tiver rendimentos próprios e pagar INSS, ela pode abater também as contribuições feitas por ele. Mas essa regra de dedução só vale se o dependente tiver rendimentos próprios. Veja os limites de deduções e as regras para declarar dependentes no IR 2018.

Recebimento do INSS

A aposentadoria recebida do INSS não é isenta de Imposto de Renda e, assim como outros rendimentos tributáveis, deve ser declarada na ficha “Rendimentos Tributáveis Recebidos de PJ”.
Só ficam isentos do IR os rendimentos anuais de aposentadoria até o teto de 22.847,76 reais. Acima disso, a aposentadoria do INSS é tributada.
Mas, mesmo que seus ganhos de aposentadoria tenham ficado isentos de IR em 2017,  eles serão somados às outras eventuais rendas tributáveis na hora de preencher a declaração de ajuste anual e podem, inclusive, elevar a alíquota do imposto.
É o que acontece, por exemplo, com aposentados que continuam trabalhando ou que recebem rendimentos de aluguéis de imóveis. Quem tem mais de 65 anos e recebe aposentadoria do INSS, porém, tem direito a abater uma parcela isenta de até 1.903,98 por mês, a partir do mês em que completa 65 anos de idade, o que reduz a base de cálculo do IR.
Esse valor deve ser informado na ficha “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis”, na linha 10 – “Parcela isenta de proventos de aposentadoria, reserva remunerada reforma e pensão de declarante com 65 anos ou mais”.
Alguns rendimentos pagos pelo INSS são totalmente isentos de IR, como aposentadorias e pensões por doença grave ou acidente de serviço. Eles devem ser declarados na linha 11 – “Pensão, proventos de aposentadoria ou reforma por moléstia grave ou aposentadoria ou reforma por acidente em serviço”.

Contribuição para PGBL ou fundo de pensão de empresa

Quem contribuiu para um plano de previdência privada do tipo Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL) ou para um fundo de pensão da empresa, deve informar os aportes na ficha Pagamentos Efetuados, com o código 36 – “Previdência Complementar”.
O saldo do plano de previdência não precisa ser informado na Declaração de Imposto de Renda.
No caso das contribuições feitas à previdência privada, se o plano for um PGBL ou um fundo de pensão oferecido pela empresa, é possível deduzir as contribuições da base de cálculo do seu IR até 12% da renda tributável.Assim, se a renda tributável de um contribuinte tiver sido de 100 mil reais em 2017, ele poderá deduzir desse valor até 12 mil reais que tenham sido aplicados em um plano de previdência privada do tipo PGBL no ano passado, por exemplo.
O benefício só pode ser aproveitado por quem entrega a declaração completa do Imposto de Renda, uma vez que quem entrega a declaração simplificada só tem acesso ao desconto único de 20%.
É importante lembrar que esse benefício não é uma isenção de IR, mas um adiamento do pagamento. Quando, lá na frente, o contribuinte for resgatar sua previdência, a tributação incidirá sobre todo o montante investido, não só sobre a rentabilidade.
Quem paga um plano de previdência privada tipo PGBL para filhos, cônjuge ou companheiro pode deduzir também essas contribuições, se o beneficiário for também seu dependente.
Contudo, as contribuições feitas ao PGBL desse dependente se somam às contribuições que o titular faz para o próprio PGBL ou fundo de pensão e não podem ser abatidas em mais de 12% da renda tributável do contribuinte.
Essa dedução para os dependentes só é possível se o beneficiário também contribuir para o INSS. A exceção fica por conta dos filhos menores de 16 anos e para os maiores de 65 anos.
Assim, um pai que pague um PGBL para um filho recém-nascido poderá somar as contribuições para o plano às suas contribuições para previdência privada na hora de abater, por exemplo.

Recebimento de PGBL ou fundo de pensão de empresa

Ao receber os rendimentos do plano de previdência privada, o contribuinte pode estar sujeito a dois tipos diferentes de tributação.
Se optou pela tabela regressiva ao contratar o plano – cujas alíquotas vão de 35% a 10% e caem cinco pontos percentuais a cada dois anos –, os recebimentos em 2017 devem ser declarados na ficha de Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva, linha 06 – “Rendimentos de aplicações financeiras”.
Se escolheu a tabela progressiva ao contratar o plano, as alíquotas variam de 0% a 27,50%, de acordo com os valores. Nesse caso, os recebimentos devem ser lançados em Rendimentos Tributáveis Recebidos de PJ, com o nome e o CNPJ da empresa pagadora.
Quem tiver dúvidas sobre o modelo escolhido pode consultá-lo no comprovante de rendimentos enviado pela instituição financeira responsável pelo plano.

Contribuição para VGBL

Os planos de previdência privada do tipo “Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL) devem ser declarados como bens, na ficha Bens e Direitos, com o código 97 – “VGBL – Vida Gerador de Benefício Livre”. No campo “Situação em 31/12/2016” deve ser informado o total investido no plano até esSa data e em “Situação em 31/12/20167”, o total existente no plano nesta data.
No campo “Discriminação” é preciso informar dados como a entidade que administra os recursos e seu CNPJ.
Os planos do tipo VGBL não permitem abater as contribuições, por isso, são mais indicados para quem entrega a declaração simplificada do IR. Em compensação, na época de fazer os resgates, a tributação incide apenas sobre os rendimentos.

Recebimento de VGBL

Quem resgatou seus recursos de planos VGBL deve seguir as mesmas regras de planos PGBL. Ou seja, se tiver optado pela tabela regressiva, deve informar os recursos na ficha Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva, linha 06 – “Rendimentos de aplicações financeiras”.
Se optou pela tabela progressiva, as informações entram em Rendimentos Tributáveis Recebidos de PJ, com a identificação da empresa pagadora.

Resgate de plano de previdência privada

Para declarar o resgate, você precisa saber se o modelo de tributação do seu plano é pela tabela regressiva ou pela progressiva.
Se for tributação regressiva, informe a quantia resgatada líquida, já descontando Imposto de Renda, na ficha “Rendimentos sujeitos à tributação Exclusiva/Definitiva”, na linha “12 – Outros”. Você terá que incluir o nome e o CNPJ da instituição pagadora.
Se for tributação progressiva, informe o rendimento bruto e o imposto retido na fonte. Nesse caso, preencha na ficha “Rendimentos Tributáveis Recebidos de PJ pelo Titular”.
A seguir, confira como declarar previdência no programa do IR 2018 conforme o tipo de movimentação que você fez em 2017, como orienta o advogado tributarista Leonardo Milanez Villela, sócio da Correia da Silva Advogados.

Praça Otávio Rocha, 65 - 1º andar Centro Histórico de Porto Alegre/RS CEP.: 90020-140

+55 (51) 3228-1999