+55 (51) 3228-1999
05/01/0216
Como garantir um futuro sem sustos após as mudanças nas regras da aposentadoria
15/01/2014
FenaPrevi tem Novo Diretor Estatutário
10/03/2014
A União inicia trajetória positiva no mercado de seguros
05/05/2014
União Seguradora e SINBRAF assinam contrato
02/04/2015
55ª edição do Festival Hípico Noturno da Brigada Militar tem apoio do Grupo Aspecir
13/04/2015
Joaquim Levy ressalta a importância do Seguro na vida das pessoas
12/05/2015
Setor de seguros cresce 22,4% no ano
14/05/2015
Previc: normas para investimentos em infraestrutura devem sair em agosto
20/05/2015
Entenda a diferença entre seguro de vida individual e coletivo
25/05/2015
Ciência Atuarial tem ganhado destaque em casos de previdência complementar
27/05/2015
Setor de seguros cresce com novos consumidores
29/05/2015
Juros chegam ao recorde de 56,1% ao ano em abril, informa o BC
29/05/2015
Contribuições para planos abertos de previdência sobem em março, diz FenaPrevi
15/06/2015
Poupar cedo garante faculdade dos filhos
07/07/2015
Índice de Confiança do Setor de Seguros fecha o semestre em queda
14/07/2015
Limite de empréstimo consignado sobe de 30% para 35%
17/07/2015
Aspecir Previdência comemora 78 anos
23/07/2015
5 opções de empréstimo que costumam ter juros mais baixos
28/07/2015
Avança projeto que torna obrigatória carteira do corretor
28/07/2015
Aumento da Selic é um mal necessário, diz economista
11/08/2015
Susep aprova projeto que torna carteira do Corretor obrigatória
12/08/2015
União assina contrato com o MTG
14/08/2015
Grupo Aspecir assina contrato com Prefeitura de Viamão
19/08/2015
Rede privada suspende empréstimos consignados
21/08/2015
Plenário aprova prazo máximo de 30 dias para seguradoras pagarem indenização
24/08/2015
Os próximos vinte anos
28/08/2015
Segmento dos Seguros de Pessoas registra crescimento De 10,51%
11/09/2015
Apesar da crise, vendas de seguros seguem disparando
11/09/2015
Câmara aprova aumento de impostos para seguradoras
11/09/2015
Retirada urgência de projeto que cria a Banrisul Corretora de Seguros
11/09/2015
Contratação de Seguro para Eventos pode ser obrigatória
15/09/2015
9 proteções de seguros pouco óbvias que você tem de conhecer
15/09/2015
Seguros sobre riscos digitais vão triplicar a US$7,5 bi até 2020, atraindo concorrentes, diz estudo
15/09/2015
Com os juros do cartão em alta, saiba como escolher o crédito mais adequado ao seu bolso
15/09/2015
Grupo Aspecir na Semana Farroupilha
21/09/2015
Com crise, financeiras inovam e emprestam dinheiro pela internet
05/10/2015
Tradição e raízes são lembradas no 13° Troféu JRS
06/10/2015
Aspecir Previdência firma convênio com a FUSEPERGS
14/10/2015
Para onde caminha o mercado de seguros
28/10/2015
Seguro é a saída para fundos de pensão enfrentarem risco de longevidade
28/10/2015
Como se preparar financeiramente para grandes eventos
12/11/2015
JULIO MACHADO REPRESENTANTE DO MERCADO GAÚCHO NA CHAPA ÚNICA DA FENAPREVI
24/11/2015
56ª Edição do Festival Hípico Noturno
24/11/2015
Mercado de seguro brasileiro vai resistir à recessão, diz Axa
24/11/2015
VGBL sustenta o faturamento do setor de seguros
16/12/2015
Seguro DPVAT está entre principais fontes de custeio do SUS
16/12/2015
CNSP Aprova Seis Resoluções Propostas Pela Susep
16/12/2015
Mercado Segurador devolve para a sociedade R$ 300 milhões por dia
18/12/2015
Setor de seguros deve desacelerar no Brasil em 2016, prevê CNseg
30/12/2015
Confiança do setor de seguros cai 20% em 2015
30/12/2015
Susep aprova acordo entre AXA e SulAmérica no segmento de grandes riscos
30/12/2015
Equilíbrio para grandes desafios
30/12/2015
Expectativa é de mudança de rumos em 2016, diz vice-presidente da Anbima
05/01/2016
10 novidades sobre o mercado que você precisa saber
05/01/2016
Crise encurta orçamento e faz contas de começo de ano ficarem pesadas
05/01/2016
Veja calendário para o pagamento do valor do IPVA dos veículos em 2016
05/01/2016
Clipping 0527
06/01/2016
Seis fatores para o sucesso da precificação de seguros
06/01/2016
Principais súmulas e decisões de 2015 estão em relatório do Sacha Calmon
06/01/2016
Juros do cartão de crédito chegam a 415,3%
08/01/2016
Grupo Aspecir participa de homenagem ao Batalhão de Suez
05/02/2016
O Grupo Aspecir deseja a todos muita alegria no Carnaval 2016.
10/02/2016
Na crise, cresce o desafio de planejar a aposentadoria
11/02/2016
Segurada da União recebe prêmio de capitalização
29/02/2016
Susep edita normas para seguradoras, resseguradoras e previdência complementar
02/03/2016
Setor de seguros reduz faturamento, mas deve crescer 9% Em 2016
02/03/2016
Lideranças do mercado de seguros debatem, em evento na Bahia, futuro do setor à luz dos cenários econômico e político do país
28/03/2016
Milton Machado recebe medalha Cidade de Porto Alegre
28/03/2016
Segurada da União recebe prêmio de capitalização
29/03/2016
Cerimônia de outorga da Medalha Cidade de Porto Alegre
07/04/2016
Aportes à previdência aberta sobem 24,3% em janeiro, diz FenaPrevi
07/04/2016
Investidores aplicam mais em previdência privada aberta
07/04/2016
Índice de Confiança do Setor de Seguros cresce 10,2% em março
13/04/2016
Susep muda norma para transferência de carteiras
28/04/2016
Confiança do setor de seguros sobe 12,8% em abril com cenário político
18/05/2016
Projeto de lei para alterar a relação entre clientes, seguradoras e corretores
18/05/2016
Previdência complementar requer atenção aos tributos
25/05/2016
Seguro de pessoas cresce 2,44% no 1º tri e totaliza R$ 7,13 bi, diz FenaPrevi
25/05/2016
Captação da previdência privada atinge R$ 21,5 bi no 1º tri, diz FenaPrevi
25/05/2016
Judicialização excessiva prejudica todo o mercado
25/05/2016
Nova diretoria da Susep vai fiscalizar corretores e autorreguladora
08/07/2016
Mercado de seguros de pessoas movimenta R$ 2,65 bilhões em maio
11/07/2016
COMO FUNCIONA O MICROCRÉDITO
13/07/2016
Indenizações pagas por seguros crescem 12%
13/07/2016
Aplicações em previdência privada aberta cresceram 12,64% em maio
13/07/2016
Aprovada MP que libera uso do 'FGTS' na garantia de empréstimo consignado
15/07/2016
ASPECIR comemora 79 anos
06/09/2016
Índice de Confiança do Setor de Seguros tem alta de 62,2% no ano
06/09/2016
Entenda o que são fundos de pensão
06/09/2016
Mercado de seguros de Pessoas movimenta R$ 15 bilhões no 1° semestre
06/09/2016
Cresce a procura por planos de previdência privada no Brasil
18/07/2017
Aspecir 80 anos
19/07/2017
Aspecir completa 80 anos de história
20/07/2017
Planos de previdência são opção para futuro estável
26/07/2017
Governo prepara PDV e tudo para você ler antes de a Bolsa abrir
26/07/2017
Governo prepara PDV e tudo para você ler antes de a Bolsa abrir
29/08/2017
O mercado está pronto para absorver seguros?
29/08/2017
Sincor-SP ressalta importância dos seguros de vida e previdência para população e o mercado
29/08/2017
Pansera: Corretor, chegou a hora do recadastramento
29/08/2017
Brasília: um mercado de oportunidades para o ramo de seguros
29/08/2017
Seguro de pessoas cresce 10,9% até junho e movimenta R$ 16,68 bilhões
04/09/2017
Troca de previdência privada ganha força com reforma na aposentadoria
11/09/2017
Produção de seguros sobe 0,6% até junho em termos homólogos - ASF
19/09/2017
José Cairoli, governador do RS em exercício, prestigia ação do Grupo Aspecir, no Acampamento Farroupilha
21/09/2017
Setor de seguros supera R$ 1 tri e pode trazer novo ciclo, afirma presidente da CNseg
22/09/2017
Susep vai regulamentar seguro funeral
22/09/2017
Especialista em educação financeira dá dicas para quem deseja se aposentar
22/09/2017
Governo quer clareza de informações na era digital
22/09/2017
Regulação é o principal desafio para o avanço do mercado de seguros
22/09/2017
Blockchain: ameaça ou oportunidade no mercado de seguros?
02/10/2017
Destaques do Mercado de Seguros de Vida e Previdência
19/10/2017
Dia Mundial de Combate ao Câncer de Mama
30/10/2017
Eventos marcam os 500 anos da Reforma Luterana em Porto Alegre e Santa Rosa
30/10/2017
Troféu JRS - 15 anos
08/11/2017
Planeje o seu futuro
10/11/2017
Urbim, uma vida dedicada ao Mercado Segurador
30/11/2017
Grupo Aspecir apoia o Festival Hípico Noturno
22/12/2017
Gaspar Luiz Machado, 60 anos dedicados ao Mercado Segurador
01/02/2018
Seguradoras sobem 3% e renovam máxima histórica; siderúrgicas estendem rali e Petrobras avança com petróleo
01/02/2018
Seguradoras despontam como o setor mais propenso a mudar o relacionamento com os fornecedores neste ano
01/02/2018
Presidente da Aconseg-RJ vê 2018 com confiança
01/02/2018
Congresso de Corretores de Seguros do Sul do Brasil - BRASESUL/2018
28/02/2018
Recadastramento das corretoras de seguros Pessoa Jurídica tem início nesta quinta, 1º de março; SINCOR-GO oferece apoio gratuito a corretoras associadas
28/02/2018
Seguro customizado é tendência no mercado brasileiro
28/02/2018
Seguradora Líder fala sobre modelo de centralização
23/03/2018
União Seguradora dá prêmio de capitalização
26/03/2018
Como declarar INSS e previdência privada no Imposto de Renda 2018
26/03/2018
Liminar suspende novas regras sobre local de incidência do ISS
26/03/2018
Você está preparado? Veja o impacto da transformação digital no mercado de trabalho
26/03/2018
Focus: IPCA para 2018 cai de 3,63% para 3,57% A projeção para o índice em 2019 caiu de 4,20% para 4,10%
26/03/2018
Banco Central reduz custo do cartão de débito
26/03/2018
O desafio para vender serviços em tempos de retração na economia
27/03/2018
Presidente da CNseg explica o que são as reservas técnicas do setor segurador
27/03/2018
Dívida pública sobe 1,53% em fevereiro e chega a R$ 3,58 trilhões
27/03/2018
Planejador ou educador financeiro: qual contratar?
27/03/2018
Seguro de Vida é tema de discussão em evento no CVG-SP
27/03/2018
Dez mudanças no mercado de seguros e o que isso pode impactar em sua vida
27/03/2018
Comparados, melhores resultados por ramo das seguradoras serão revelados na próxima semana
27/03/2018
Projeção para IPCA 2018 no cenário mercado está em 3,8%, como no comunicado
29/03/2018
Mulheres crescem em mercados majoritariamente masculinos
29/03/2018
Índice de Intenção de Financiamento cresceu no trimestre
29/03/2018
Conheça mais sobre o novo conceito de aposentado do INSS em 2018
29/03/2018
Proporção de aplicadores que declararam investir em ações atingiu o maior valor desde junho de 2012
29/03/2018
Relatório aponta quais as tecnologias que devem gerar maior impacto no setor segurador nos próximos três anos
29/03/2018
Eleições causam troca de comando na economia. O que isso significa?
29/03/2018
Estudo destaca reformas para incluir mulheres na economia mundial
02/04/2018
Mercado prevê inflação menor e juros mais baixos em 2018
02/04/2018
Duas surpresas e uma frustração na economia
02/04/2018
Mercado vê inflação mais baixa e crescimento menor do PIB em 2018
02/04/2018
Mercado de US$ 421 bilhões pede atenção das empresas: tecnologia precisa estar na estratégia
02/04/2018
Confiança empresarial sobe 0,3 ponto em março e atinge 95 pontos, releva a FGV
02/04/2018
IPC-S sobe 0,17% em março com alta igual a de fevereiro, revela FGV
02/04/2018
Ações de empresas menores voltam ao radar de investidores da Bolsa
03/04/2018
Setor de seguros mantém otimismo e índice de confiança cresce em março
03/04/2018
Ouro sobe com busca por ativos considerados seguros em meio a aversão ao risco
03/04/2018
Em meio à crise, bancos são campeões de lucro: R$ 63 bi em 2017

Empresários projetam ano com avanço lento em encontro no Marcas de Quem Decide


13/03/2019
Tema no topo da agenda pública nas últimas semanas, o projeto de reforma da Previdência também esteve na ponta da língua dos líderes empresariais gaúchos reunidos ontem no Teatro do Sesi, em Porto Alegre, durante a apresentação dos resultados da 21ª edição da pesquisa Marcas de Quem Decide, realizada pelo Jornal do Comércio (JC) em parceria com a Qualidata. Para os empresários, a aprovação nas mudanças pode destravar a economia e ajudar a acelerar o crescimento econômico do País que, em 2019, ainda deve ser lento.
"Como todo ano de novo governo, temos várias expectativas, mas nada que se confirmou. O que imaginamos é que a pedra de toque para o planejamento do governo seja a reforma da Previdência", afirma o presidente em exercício da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs), Gilberto Ribeiro.
O industriário projeta um desfecho para a reforma até junho, o que poderia incentivar investimentos estrangeiros e nacionais. Outro problema, hoje, é a falta de financiamento para capital de giro das empresas, segundo Ribeiro. "Existem faixas para investimento em bens de capital, mas isso as indústrias não precisam com urgência", reclama o presidente em exercício, citando a capacidade ociosa das fábricas.
O compasso de espera com leve otimismo também é visto na construção civil, que já sente movimentação de incorporadores adquirindo terrenos e tirando da gaveta projetos antigos. "Esperamos que a retomada venha timidamente já no segundo semestre, mas mais fortemente em 2020, 2021 e 2022", argumenta o presidente do Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Estado do Rio Grande do Sul (Sinduscon), Aquiles Dal Molin Júnior, que acrescenta que, embora não espere um crescimento enorme, projeta um ritmo "consistente e constante". Dal Molin salienta que o aumento nos valores do Minha Casa, Minha Vida também pode ajudar na recuperação do setor.
Crédito mais barato e menos concentrado em poucos bancos é o que o setor produtivo rural coloca na agenda de negociações com a pasta da Economia do governo federal, diz Domingos Antônio Velho Lopes, diretor financeiro da Federação da Agricultura do Estado (Farsul). Lopes diz que o tema é decisivo para evitar que endividamentos de produtores virem problema. "O crédito como é colocado hoje beneficia muito mais o sistema financeiro e não chega ao produtor", aponta o dirigente da Farsul. 
No varejo, o presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Porto Alegre (CDL-POA), Alcides Debus, admite que o fôlego do ano ainda não está na medida que o setor esperava, por isso não há um otimismo exacerbado. Porto Alegre, destaca Debus, terminou fevereiro com melhor desempenho, pois houve mais dias úteis. Além disso, os lojistas estão sentindo que o frio chegou mais cedo e já encomendam as coleções de outono-inverno. "O clima melhora no comércio, quem sabe pode contagiar o cenário nacional", compara o presidente da CDL-POA.
No setor supermercadista, o fator renda pesa mais, e o presidente da Associação Gaúcha de Supermercados (Agas), Antonio Cesa Longo, pondera que os consumidores podem ficar mais cautelosos no ano. Sobre a pauta política, Longo avisa: "Não é só a reforma da Previdência de que precisamos, mas a tributária também". 

Investimentos estão na agenda de empresas para 2019

Enquanto aguardam sinais de aquecimento, muitas empresas se preparam para colocar novos investimentos para rodar nos próximos meses. A Cooperativa Santa Clara, por exemplo, planeja iniciar em julho a produção comercial em uma nova planta, no município de Casca, com capacidade para processar 600 mil litros de leite por dia (a média atual da cooperativa é de cerca de 800 mil litros/dia).
A planta, fruto de pelo menos R$ 115 milhões em investimento, se concentrará na produção de leite UHT, achocolatados e cremes, permitindo à cooperativa especializar também suas outras fábricas, em Carlos Barbosa e Getúlio Vargas, em outros produtos. "O objetivo de Casca é a produção de alta escala, reduzindo custos com uma planta moderna e automatiza, pois entendemos que só permanecerá no mercado quem for mais eficiente", salienta o diretor da Santa Clara, Alexandre Guerra, que é também o presidente do Sindicato da Indústria de Laticínios do Estado (Sindilat).
Outra gaúcha no aguardo de uma nova fábrica é a Fruki, de Lajeado, que espera inaugurar sua nova planta em Paverama no fim de 2020. O projeto, segundo o presidente da Fruki, Nelson Eggers, ainda está em fase de desenvolvimento do leiaute industrial. Eggers comemora não ter tirado o pé do acelerador mesmo com a crise econômica dos últimos anos, tendo lançado novas linhas de sucos, energético e cerveja. "Esses produtos são nossos, mas estão sendo fabricados em terceiros, até porque precisam ajudar a pagar a nova fábrica", brinca o empresário. A cerveja Bella Vista, por exemplo, tem tido resultado melhor do que o esperado, com vendas de mais de 1 milhão de litros por mês.
Além de novas fábricas, o Interior gaúcho também deverá perceber a chegada de serviços, como a Uber. O aplicativo, há pouco mais de três anos em Porto Alegre, já atua em diversas cidades do Estado e inaugurou o serviço nessa semana em Bagé, Uruguaiana e Passo Fundo. "Estamos sempre olhando se há mercado nas cidades menores, e tentamos chegar onde for possível", conta o porta-voz da empresa no Brasil, Andre Monteiro. Na Capital, a Uber ainda estuda projetos para o ano, mas Monteiro argumenta que Porto Alegre sempre está no roteiro de novas categorias, como aconteceu com o Juntos, lançado no fim de 2018.
Do ramo de farmácias, a Panvel projeta abrir 40 filiais em 2019 nos três estados do Sul e em São Paulo. E o número pode até ser maior, se o ambiente econômico melhorar, pois os planos foram traçados em 2018 ainda sem maior convicção sobre este ano. Roberto Luis Weber, do Conselho de Administração do grupo Dimed, dono da Panvel, diz que a disputa no mercado vai ser guiada por qualidade de serviço e atendimento e pontos bem localizados.
Não é só o cenário nacional que está no foco de dirigentes do setor econômico. A expectativa de que o governador gaúcho Eduardo Leite (PSDB) possa emplacar as propostas de privatizações de estatais para fechar um acordo com a União domina opiniões dos segmentos de varejo. A aposta é que a autorização para venda de empresas como CEEE, Sulgás e Companhia Riograndense de Mineração (CRM), que depende de aprovação do Legislativo estadual, possa gerar ambiente mais atrativo a investidores até do exterior, projeta ainda o sócio da consultoria Pwc Rafael Biedermann Mariante.
"O Rio Grande do Sul desperta interesse, pois tem um agronegócio forte e possíveis áreas de concessões que estão na meta. O governador terá de fazer uma agenda positiva com empresários e convencer a sociedade que há poucas alternativas, uma delas é privatizar e fazer parcerias público-privadas (PPPs) para atrair investimentos e melhorar o ambiente econômico", traduz Mariante. O sócio da Pwc reforça que as medidas, que se complementam coma agenda nacional, influenciam para atrair capitais externos e dar mais confiança interna.
O presidente do Sindiatacadistas, Zildo De Marchi, avalia que Leite não tem muita saída, pois se deparou com um cenário de dificuldades "devido ao volume de despesas da máquina frente à receita". Para De Marchi, as privatizações das companhias gaúchas são inevitáveis, para buscar a sustentação do governo. Mas o presidente do Sindiatacadistas não espera um terreno fácil da tramitação. As Propostas de Emenda Constitucional (PECs) do Estado para retirar a exigência do plebiscito foram protocoladas no começo de fevereiro. "A Assembleia tem interesses políticos, que podem interferir, mas certas privatizações não têm saída. Minha aposta é a maioria vai dar voto para a aprovação", afirma De Marchi.
O presidente do Sindilojas de Porto Alegre, Paulo Kruse, segue a percepção do colega do setor atacadista e espera que as PECs sejam confirmadas pelos parlamentares. O governo quer resolver a pauta até a metade do ano. "O Estado está parado. Sem estas modificações, vamos continuar para trás. O povo terá de entender que, se não soltar as amarras e deixar a iniciativa privada trabalhar, não vai ter saída. A Assembleia vai aprovar", diz com firmeza Kruse.
A entidade enfrenta uma queda de braço com o Estado na cobrança de diferenças no regime especial da Substituição Tributária (ST). Com liminar, o sindicato orienta que comerciantes afetados façam depósito em juízo. "A pressão é para dialogar com o governo. As empresas estão sufocadas com impostos", reage Kruse. "O impacto maior é nas franquias, setor que é bitributada. Praticamente serão inviabilizadas." 
 A oferta de recursos baliza o desempenho de segmentos de consórcios a serviços, como a operação de cooperativas de crédito. Para áreas como a associativa, as restrições dois últimos anos que afastaram clientes e reduziram carteiras quase não foram sentidas, diz o diretor executivo da Central Sicredi Sul/Sudeste, Leandro Gindre de Lima.
"O setor cooperativo contraria a tendência, com demanda crescente com alta de 20% em 2018", disse Lima, sobre o comportamento recente. E num dos alicerces é o campo, que responde por 50% da demanda da Sicredi. Atuar perto do associado e que busca recursos é um dos trunfos do resultado. Mas Lima admite que, se a economia estiver mais robusta, os negócios aumentam em geral. O que preocupa agora é a oferta de crédito de longo prazo, que depende do aporte do banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (Bndes). Este tema está em pauta na Expodireto, em Não-Me-Toque.
Do lado do consumidor que escolheu consórcio para bancar suas aquisições, operadores como a Racon também surfa uma onda de crescimento e estabilidade, quando outros segmentos de crédito registraram perdas. O gerente executivo da Racon, Augusto Letti, reforça que a meta é  crescer mais no Sul e Sudeste do País, dobrando a rede atual de 200 franqueados no longo prazo. "Em 2019, devemos crescer 15% a 20% em unidades", revela Letti.
Do lado de um segmento mais tradicional e que precisa de crédito, revendedores de veículos acreditam que a recuperação se mantém em 2019. O presidente do Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos no Estado do Rio Grande do Sul (Sincodiv-RS), Fernando Augusto de Carvalho Esbroglio, avalia que há melhora no setor e que o ano pode fechar com vendas 10% a 12% maiores. "Tem crédito, mas precisa melhores condições para consumidor entrar", condiciona Esbroglio. Renda e emprego são os dois indicadores que precisam aumentar para que o carro do setor acelere. 

Fonte JC por Guilherme Daroit e Patrícia Comunello

Praça Otávio Rocha, 65 - 1º andar Centro Histórico de Porto Alegre/RS CEP.: 90020-140

+55 (51) 3228-1999